Severe

21/01/2020

"Doença severa": essa é figurinha fácil nas traduções de "severe", quer pela semelhança fonética, quer pelo peso e respeito que o termo inspira, que o faz parecer "sério e fidedigno".

Acontece que a severidade é basicamente uma qualidade moral, daí o "peso" do termo. Ao consultar o dicionário de sinônimos on-line vemos que os seus sinônimos são classificados em oito categorias:

  • Que é rigoroso
  • Que é ríspido
  • Que é grave e importante
  • Que é sério e circunspecto
  • Que tem um comportamento íntegro
  • Que tem um comportamento disciplinado
  • Que não apresenta ornamentos
  • Que está bem definido

Nenhuma dessas categoriais nos remete inequivocamente a doenças ou quadros clínicos.

Culturalmente, é isso que depreendemos do termo "severo", embora o dicionário Aulete já registre "lesão severa" (lembrando que os dicionários são meras referências, sujeitas à interpretação e escolha de seus editores).

Se você ainda tem dúvidas, consulte o dicionário de antônimos on-line e veja que dentre os 79 termos apresentados como antônimos de severo, apenas cinco seriam aplicáveis a alguma doença (leve, moderado, etc.). Os outros 74 não têm nada a ver com doenças, sendo inclusive esdrúduxulo pensar que uma doença possa ser "irresponsável" ou "leviana". Vale a pena dar uma olhada.

Ou seja, se possível escolha outro adjetivo para qualificar a doença. Tradicionalmente a medicina considera os quadros clínicos como leves, moderados ou graves/gravíssimos. As doenças podem ser crônicas, agudas e fulminantes ou fatais; insidiosas ou francas - ou até floridas. O ideal é se ater à terminologia já consagrada na literatura médica.